segunda-feira, 30 de julho de 2012

Crianças na Síria

“A pior experiência”. Isto é o que está desenhando Layla, uma menina síria de 8 anos. As palavras escritas em árabe são ( da esquerda para a direita) “terroristas das forças de segurança”, “balas”, “ferido”; “buracos de bala”, “destruição”. Layla, como milhares de outras crianças, assiste impotente à violência e à brutalidade da guerra em seu país, a Síria.

Publicado pelo UNICEF Itália com a chamada: "Eu também estou do lado das crianças"


Nenhum comentário:

Postar um comentário