domingo, 5 de dezembro de 2010

Qualidade da educação e avaliação dos professores

Reportagem do jornal espanhol El país de hoje relata o trabalho da professora Michelle Rhee que desde 2006 coordena em Washington a área de educação. As 168 escolas públicas da cidade estavam com muitos problemas. Ela criou um sistema de avaliação de professores a partir de exames aplicados aos alunos. Classificou os professores de acordo com os resultados obtidos pelos alunos e na primeira edição demitiu 241 professores. Na edição deste ano demitiu 5% dos professores das escolas públicas da capital dos Estados Unidos. Outros 737 professores receberam a avaliação de que seus resultados eram muito pobres e um prazo de um ano para melhorá-los. Além disso, determinou o fechamento de 21 escolas. Com estas medidas os professores declararam guerra à coordenadora e o impacto desta crise resultou na recente derrota eleitoral do prefeito democrata que a havia posto no cargo.
A avaliação de professores é tema polêmico em todo o mundo. Recentemente estão em forte debate as políticas de avaliação em Portugal, na Espanha, no Equador, Dinamarca e diversos outros países. Embora seja um tema central na melhoria da qualidade do ensino, sua discussão, inclusive no Brasil, não consegue ultrapassar as barreiras do corporativismo.

Veja a matéria em: http://bit.ly/cJrCJf

Nenhum comentário:

Postar um comentário