quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Ninguém gosta de ser avaliado

Uma das manchetes do The Gazette (Montreal, Canadá) é o protesto de alunos e professores contra um exame de lingua inglesa que o governo quer fazer para avaliar a aprendizagem nesta área. Os estudantes do décimo primeiro ano terão que comprovar diversas habilidades, produzir textos e até a elaboração de uma apresentação em power point vai ser exigida. Há os que avaliam que a prova poderá exigir até 12 horas de trabalho para respondê-la. Pois é, não é só o ENEN que é polêmico. Os professores daqui dizem que as salas poderão ficar como a foto ao lado.

De Montreal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário