quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Concentração de renda é o mal da América Latina

Está falando neste momento na IV Conferência Internacional de Direitos Humanos, em Belém/Pa, promovida pela OAB, o filósofo chileno Martin Hopenhayn diretor da Divisão de Desenvolvimento Social da CEPAL. Abordando o desenvolvimento social, destaca que na América latina apenas 1 de cada 5 alunos concluem o Ensino Médio. Dado que, para acessar um bom emprego, precisa-se de 11 ou 12 anos de escolaridade, conclui-se que a educação está perpetuando a divisão entre pobres e ricos pelo acesso desigual à educação e consequentemente ao trabalho e a renda. Outro componente de exclusão na América Latina é a falta de proteção social com um acesso fragmentado à saúde , seguridade social e renda mínima. Somos a região do mundo com a maior concentração de renda; 35% vive em situação de pobreza, o que revela que os direitos sociais e econômicos não estão assegurados para todos.

(Postado as 10:30 - por problemas técnicos está público agora)

De Belém do Pará

Nenhum comentário:

Postar um comentário