terça-feira, 15 de setembro de 2009

Infância na arte

Com 459.267 mil visitantes, a exposição Joaquín Sorolla, dedicada ao pintor valenciano já é a mais visitada da década no Museu do Prado, em Madri. Matéria do jornal El País informa que esta posição era ocupada pela exposição Goya em tempo de guerra (430 mil visitantes). Na verdade a mais visitada pode ser a exposição de Velazquez em 1990, que recebeu 500 mil pessoas, segundo estimativas. O fato de não haver uma forma de contagem precisa tirou o pintor sevilhano do ranking.

Infância hoje registra o fato, pois um dos painéis mais famosos de Sorolla, aí acima, retrata a cena de um grupo de crianças com paralisia tomando banho de mar. A tela consagrou o pintor que recebeu o Grand Prix e uma medalha de honra na Exposição Universal de Paris em 1900.

Nenhum comentário:

Postar um comentário