sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Assistência psicológica a professores e alunos

A Comissão de Educação e Cultura aprovou na quarta-feira (16) o Projeto de Lei 7500/06, da deputada Professora Raquel Teixeira (PSDB-GO), que prevê a obrigatoriedade de assistência psicológica a professores e alunos da educação básica.Segundo o texto aprovado, os sistemas de ensino deverão regulamentar a medida no que diz respeito ao número de alunos por psicólogo e ao número de estabelecimentos de ensino por psicólogo, nas respectivas redes de ensino, e terão cinco anos para se adaptar à nova regra. A relatora na Comissão, deputada Bel Mesquita (PMDB-PA), considerou que a assistência psicológica aos educandos e educadores na educação básica é determinante em situações como a repetência, o abandono e a violência escolar, que podem ser evitadas e resolvidas, se detectadas a tempo."Os psicólogos poderão contribuir muito para tornar o ambiente escolar mais saudável, eliminando estruturas patológicas e circunstâncias que possam causar distúrbios de comportamento nos alunos e nos professores", observa. Segundo ela, por meio de diagnósticos precoces de adaptação e socialização dos alunos, "os psicólogos poderão identificar distúrbios familiares e propor intervenções, inclusive chamando os pais para sessões de aconselhamentos", argumenta.
Agência Câmara

Nenhum comentário:

Postar um comentário